Conheça mais sobre o Crack...

Os efeitos do uso do crack a longo prazo incluem danos graves ao coração, fígado e rins. Os usuários ficam mais propensos a ter doenças infecciosas. O uso diário contínuo causa insônia e perda de apetite, o que faz a pessoa ficar malnutrida. Fumar crack também pode causar um comportamento agressivo e paranoico

Conheça mais sobre o Álcool...

O álcool é uma substância que pode trazer grandes malefícios a vários órgãos do nosso corpo, principalmente ao fígado, pâncreas, coração e cérebro. Nos EUA, os gastos do sistema de saúde e as perdas de produtividades devido a doenças relacionadas ao álcool ultrapassam os 180 bilhões de dólares por ano.

Conheça mais sobre a Maconha...

A maconha é a substância proibida por lei mais usada em nosso país. Trata-se de uma erva polêmica que gera discussões, em especial sobre a possível descriminalização e seus malefícios.

Conheça mais sobre o Haxixe....

Haxixe. A maconha provoca excitação, seguida de relaxamento, euforia, desorientação no tempo e no espaço, e fome intensa. Também causa taquicardia e dilatação da pupila. Os efeitos colaterais imediatos são vermelhidão nos olhos e boca seca.

Conheça mais sobre o Skank....

Efeitos colaterais: como já foi dito, a espécie Skank é mais entorpecente que a maconha, seu uso leva a alterações da serotonina e da dopamina no organismo, e fazem o indivíduo ter dificuldades de concentração por provocar danos aos neurônios. Provoca também lapsos de memória e afeta a coordenação motora

Conheça mais sobre o LSD...

O LSD (Dietilamida do Ácido Lisérgico) é uma substância, fabricada em laboratório, bastante semelhante às presentes em um fungo denominado Claviceps pupurea. O LSD é um alucinógeno, ou seja, é uma substância capaz de alterar a percepção daquele que faz seu uso. Essa alteração faz com que o usuário seja capaz de ver, sentir e ouvir coisas que não são reais.

Conheça mais sobre o Ecstasy...

Também chamado de droga do amor, o ecstasy é uma droga psicoativa, conhecida quimicamente como 3,4-metilenodioximetanfetamina e abreviada por MDMA. O ecstasy foi produzido por uma indústria farmacêutica no ano de 1914 com o intuito de ser utilizado como supressor do apetite, mas nunca foi utilizado para essa finalidade.

Conheça mais sobre a Mescalina...

Os usuários normalmente experimentam alucinações visuais e estados radicalmente alterados de consciência, muitas vezes sentida como prazerosa e esclarecedora, mas ocasionalmente é acompanhada por sentimentos de ansiedade ou repulsa.

Conheça mais sobre o Ácido lisérgico...

Além dos efeitos psicológicos do LSD, essa droga provoca algumas alterações nos aspectos físicos do corpo. Normalmente, o usuário de LSD apresenta dilatação nas pupilas; aumento dos batimentos cardíacos, da pressão arterial e da temperatura do corpo; sudorese; boca seca; tremores; perda de apetite; e insônia.

Antes de mais nada, precisamos de definições: Remédio (do latim remediu) é tudo que serve para debelar ou atenuar um mal físico ou moral; tudo o que serve para remediar as conseqüências de uma falta ou erro. Auxílio, proteção, socorro. Já Medicamento, segundo o Ministério da Saúde, é um produto farmacêutico, tecnicamente obtido ou elaborado, com finalidade profilática, curativa, paliativa ou para fins de diagnóstico. Assim, fica claro que os termos não são exatamente sinônimos, mas que o medicamento pode ser considerado um remédio, embora a recíproca não seja verdadeira.

Conheça mais sobre os Transtornos psiquiátricos associados...

Transtornos mentais são disfunções no funcionamento da mente, que podem afetar qualquer pessoa e em qualquer idade e, geralmente, são provocados por complexas alterações do sistema nervoso central.

Conheça mais sobre a Cocaína...

A cocaína causa uma intensa e rápida euforia que é seguida imediatamente pelo oposto – uma intensa depressão, tensão e avidez por mais droga. As pessoas que a consomem não comem nem dormem adequadamente. Elas podem sofrer uma frequência cardíaca muito elevada, espasmos musculares e convulsões.

Rachadura

Conheça mais sobre o Crack...

Os efeitos do uso do crack a longo prazo incluem danos graves ao coração, fígado e rins. Os usuários ficam mais propensos a ter doenças infecciosas. O uso diário contínuo causa insônia e perda de apetite, o que faz a pessoa ficar malnutrida. Fumar crack também pode causar um comportamento agressivo e paranoico

Álcool

Conheça mais sobre o Álcool...

O álcool é uma substância que pode trazer grandes malefícios a vários órgãos do nosso corpo, principalmente ao fígado, pâncreas, coração e cérebro. Nos EUA, os gastos do sistema de saúde e as perdas de produtividades devido a doenças relacionadas ao álcool ultrapassam os 180 bilhões de dólares por ano.

Maconha

Conheça mais sobre a Maconha...

A maconha é a substância proibida por lei mais usada em nosso país. Trata-se de uma erva polêmica que gera discussões, em especial sobre a possível descriminalização e seus malefícios.

Haxixe

Conheça mais sobre o Haxixe....

Haxixe. A maconha provoca excitação, seguida de relaxamento, euforia, desorientação no tempo e no espaço, e fome intensa. Também causa taquicardia e dilatação da pupila. Os efeitos colaterais imediatos são vermelhidão nos olhos e boca seca.

Skank

Conheça mais sobre o Skank....

Efeitos colaterais: como já foi dito, a espécie Skank é mais entorpecente que a maconha, seu uso leva a alterações da serotonina e da dopamina no organismo, e fazem o indivíduo ter dificuldades de concentração por provocar danos aos neurônios. Provoca também lapsos de memória e afeta a coordenação motora

LSD

Conheça mais sobre o LSD...

O LSD (Dietilamida do Ácido Lisérgico) é uma substância, fabricada em laboratório, bastante semelhante às presentes em um fungo denominado Claviceps pupurea. O LSD é um alucinógeno, ou seja, é uma substância capaz de alterar a percepção daquele que faz seu uso. Essa alteração faz com que o usuário seja capaz de ver, sentir e ouvir coisas que não são reais.

Ecstasy

Conheça mais sobre o Ecstasy...

Também chamado de droga do amor, o ecstasy é uma droga psicoativa, conhecida quimicamente como 3,4-metilenodioximetanfetamina e abreviada por MDMA. O ecstasy foi produzido por uma indústria farmacêutica no ano de 1914 com o intuito de ser utilizado como supressor do apetite, mas nunca foi utilizado para essa finalidade.

Mescalina

Conheça mais sobre a Mescalina...

Os usuários normalmente experimentam alucinações visuais e estados radicalmente alterados de consciência, muitas vezes sentida como prazerosa e esclarecedora, mas ocasionalmente é acompanhada por sentimentos de ansiedade ou repulsa.

Ácido lisérgico

Conheça mais sobre o Ácido lisérgico...

Além dos efeitos psicológicos do LSD, essa droga provoca algumas alterações nos aspectos físicos do corpo. Normalmente, o usuário de LSD apresenta dilatação nas pupilas; aumento dos batimentos cardíacos, da pressão arterial e da temperatura do corpo; sudorese; boca seca; tremores; perda de apetite; e insônia.

Medicamentos

Antes de mais nada, precisamos de definições: Remédio (do latim remediu) é tudo que serve para debelar ou atenuar um mal físico ou moral; tudo o que serve para remediar as conseqüências de uma falta ou erro. Auxílio, proteção, socorro. Já Medicamento, segundo o Ministério da Saúde, é um produto farmacêutico, tecnicamente obtido ou elaborado, com finalidade profilática, curativa, paliativa ou para fins de diagnóstico. Assim, fica claro que os termos não são exatamente sinônimos, mas que o medicamento pode ser considerado um remédio, embora a recíproca não seja verdadeira.

Transtornos psiquiátricos associados

Conheça mais sobre os Transtornos psiquiátricos associados...

Transtornos mentais são disfunções no funcionamento da mente, que podem afetar qualquer pessoa e em qualquer idade e, geralmente, são provocados por complexas alterações do sistema nervoso central.

Cocaína

Conheça mais sobre a Cocaína...

A cocaína causa uma intensa e rápida euforia que é seguida imediatamente pelo oposto – uma intensa depressão, tensão e avidez por mais droga. As pessoas que a consomem não comem nem dormem adequadamente. Elas podem sofrer uma frequência cardíaca muito elevada, espasmos musculares e convulsões.

Aceitamos diversos planos de saúde

Planos de saúde